A supervisão da irrupção dental e do desenvolvimento das dentições decídua (de leite), mista e permanente é um componente fundamental no cuidado da saúde bucal para todos os pacientes odontopediátricos. Esta orientação deve contribuir para o desenvolvimento de uma dentadura permanente que resulte em uma oclusão estável, funcional e esteticamente aceitável.

 

Entende-se que a ORTODONTIA pode atuar nas más-oclusões em 3 níveis: Preventivo, interceptor e corretivo. O preventivo, são  utilizados  princípios e métodos que possa evitar que a má oclusão se desenvolva. Já a interceptora, se vale de inúmeros recursos mecânicos e não mecânicos, para deter o curso e tratar a má oclusão, ou no mínimo, minimizar o problema com eficácia. A corretiva busca corrigir as más oclusões que atingiram a sua maturidade durante a fase de dentadura permanente, sendo a abordagem nesta fase mais mecânica. O uso destes aparelhos que são colados aos dentes poderão ser metálicos ou estéticos.

Dependendo do caso, recentemente tem sido bastante recomendados os alinhadores intra-orais. São aparelhos que podem ser removidos nas alimentações ou quando o paciente vai fazer a higiene bucal.

 

Recomendamos já na 1ª Infância o início da supervisão do desenvolvimento da dentição decídua. Este assunto será mais abordado quando apresentarmos a importância da 1ª consulta da criança no Odontopediatra.

Ortodontia e Ortopedia Facial

local 1.png

RUA MARANGUAPE, 72/21

PETRÓPOLIS - PORTO ALEGRE - RS

fone 2.png

(51) 3367-2973

(51) 98131-2643

Fernando B. de Araujo - Clínica Odontológica

Responsável Técnico:

Dr. Fernando Borba de Araujo - CRO/RS 5066