O Odontopediatra é profissional responsável pelas orientações e cuidados em relação à saúde bucal de bebês, crianças e adolescentes. A primeira visita a esse profissional deve ocorrer até o primeiro ano de vida. Todos os tratamentos disponíveis são baseados no conceito de Mínima Intervenção. Nessa filosofia de tratamento, grande parte do planejamento é focado na prevenção e diagnóstico precoce das doenças bucais. Quando a doença já está instalada, o tratamento mais conservador e eficaz é proposto para o paciente, evitando sempre os sobre tratamentos.

Odontopediatria

ABORDAGENS CLÍNICAS DA ODONTOPEDIATRIA

Nossa Clínica atende todas as especialidades, proporcionando atendimento desde a gestação do bebê, criança, adolescente, adulto e melhor idade. 

Prevenção

A primeira visita ao dentista deve acontecer até o primeiro ano de vida. O Odontopediatra é o profissional responsável pelas orientações quanto à saúde bucal de bebês, crianças e adolescentes. Os intervalos para as consultas de manutenção periódica preventiva são definidos de acordo com o risco do paciente, estabelecido pelo profissional de acordo com o histórico e hábitos do paciente. Essas consultas são de extrema importância, pois além da prevenção é possível fazer o diagnóstico precoce das doenças cárie e gengival, minimizando as suas sequelas com tratamentos conservadores em função da fase bem inicial. Isto tem uma repercussão positiva no aspecto psicológico e na relação profissional paciente.

Flúor: Prevenção e Tratamento

O flúor é um dos principais agentes responsáveis pela redução da prevalência de cárie na população. A sua ação preventiva é demonstrada em diversas evidências científicas, sendo o creme dental fluoretado o meio mais racional de uso de fluoretos. Além de preventivo, o flúor quando utilizado em altas concentrações pelo profissional é capaz de remineralizar a superfície dental acometida por uma uma lesão inicial de cárie, controlando a sua evolução.

Restauração dental

O procedimento restaurador é indicado quando há perda da estrutura dentária, comprometendo as funções mastigatórias, fonéticas, estéticas e ortodônticas, ou ou pela dificuldade do paciente higienizar uma superfície do dente. Um dente com lesão de cárie pode gerar dor, afetando a qualidade de vida da criança, gerando assim a necessidade de um tratamento adequado. Diversos materiais são disponibilizados para a restauração dos dentes de leite e permanentes, sendo que o profissional deverá avaliar qual material deverá ser indicado de acordo com as necessidades de cada caso.

Tratamento de canal (Endodontia)

Quando um trauma ou uma lesão de cárie atinge a polpa (nervo do dente) é preciso que os canais do dente passem por um processo de desinfecção. Os dentes de leite também podem receber esse tratamento, embora muitas pessoas desconheçam que esses dentes possuam raízes. Na verdade, o profissional é capaz de indicar esse tratamento avaliando aspectos clínicos e radiográficos. Em alguns casos, quando a polpa está necrosada, é possível observar uma bolinha esbranquiçada na gengiva, que representa  um sinal clinico da necessidade de tratar a infecção. Em muitos casos, uma infecção não tratada em um dente de leite pode afetar o dente permanente em formação.

Extração (Exodontia)

Quando um dente está muito comprometido por cárie ou pela severidade de um trauma dental, a extração dentária é recomendada. Outra situação clinica bem frequente de extração do dente de leite é quando ocorre a erupção do sucessor permanente antes do dente de leite cair. Muitas vezes, quando a extração do dente de leite é realizada precocemente, a criança fica um período prolongado com o espaço na gengiva sem os dentes, comprometendo as funções mastigatórias, fonéticas, estéticas e ortodônticas. Por isso, é imprescindível que o profissional avalie as sequelas da perda precoce do dente de leite e realize manobras para minimizá-las, como por exemplo o planejamento de mantedores de espaço e próteses.

Urgência para trauma dental

O correto e imediato atendimento de urgência de um trauma dental (dente de leite ou permanente) é um dos principais fatores responsáveis pelo prognóstico de manutenção do dente na boca. Por isso a importância de procurar um profissional qualificado para assisti-lo nessa hora é extremamente importante.

Urgência para dor

Uma das principais causas para a dor dental aguda é a infecções da polpa (nervo do dente). O tratamento varia entre tratamento de canal (endodontia) ou extração (exodontia), de acordo com a  severidade do caso em questão, que será diagnosticado pelo profissional. Além disso, quando algum alimento fica retido na gengiva pode causar dor, e o tratamento para isso é a limpeza do local, sob anestesia local.

RUA MARANGUAPE, 72/21

PETRÓPOLIS - PORTO ALEGRE - RS

(51) 3367-2973

(51) 98131-2643

Fernando B. de Araujo - Clínica Odontológica

Responsável Técnico:

Dr. Fernando Borba de Araujo - CRO/RS 5066

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon